Meu cachorro está ofegante; o que isso significa?

Muitos fatores podem deixar seu cachorro ofegante, como altas temperaturas, ansiedade, cansaço e, em alguns casos mais extremos, problemas de saúde. Confira o que fazer em diversas situações

Confira os cuidados para se ter com o cachorro ofegante

Cachorros ofegantes chamam a atenção de seus tutores. Afinal, eles ficam com a respiração mais rápida, o corpo todo entra em movimento e a boca fica aberta. Em alguns casos, chegam até a tossir, ficar com a língua roxa e aparentar muito cansaço. Continua após a publicidade


A imagem pode ser um pouco assustadora, não é mesmo? Segundo a veterinária clínica geral do AmahVet, Adriana Souza dos Santos, os cães ficam ofegantes principalmente em momentos depois de ficarem muito agitados, seja em passeios ou brincadeiras, e até mesmo em dias quentes no qual usam a respiração para fazerem a termorregulação da temperatura do corpo.

Além disso, sentimentos como o medo, raiva, estresse, dor e problemas cardíacos e respiratórios anteriores também podem deixar o animal ofegante. 

Leia também


A veterinária ainda acrescenta que algumas raças que têm mais dificuldade em respirar, como as de focinho achatado (braquicéfalicos). “As raças que mais estamos habituados [a terem esses problemas] são Pugs, Lhasa apso, Bulldog francês e inglês, Spitz e Shih-tzu”, lista. 


Quais os problemas que o cachorro ofegante pode ter?


É normal o cachorro apresentar uma respiração mais ofegante depois de ficar agitado ou apresentar sinais de cansaço após uma caminhada se estiver acima do peso, por exemplo. Nesses casos, logo o animal fica bem de novo e não há motivos para se preocupar. Continua após a publicidade

Vale tomar cuidado em situações como um cão muito agitado ao reencontrar o dono. O pet fica tão empolgado, que a respiração fica ofegante e ele até começa a tossir. Nesse caso, segundo a especialista, podemos pensar em um colapso de traqueia. 

De tão agitado, o animal não consegue respirar normalmente e, em casos mais extremos, isso leva a uma hipóxia (falta de oxigênio nas células). A situação é mais grave em cães cardiopatas, e esse problema pode levar os bichinhos à óbito. 

Que medidas eu tenho que tomar quando o cachorro fica ofegante?


Aí vão algumas dicas de especialistas. O primeiro passo é ficar atento ao comportamento do animal. É importante deixar seu pet se recuperar do desgaste. Se estiver em um passeio, deixe-o descansar e não o force a continuar, pois ele pode ficar ainda mais cansado. 

Além disso, fique atento a coloração da língua, que deve se manter rósea. Se começar ficar arroxeada e o cão começar a tossir ou engasgar, é bom já levá-lo para um atendimento clínico com médico de confiança,.

Também nunca ofereça água ou alimento de imediato se o cachorro começar a ficar extremamente ofegante e agitado, pois isso pode causar engasgos.

“Só reforçando que, em dias quentes, não se deve levar o animal para passeios longos. Também é preciso ter cuidados especiais com animais que possuam doença já associada como obesidade, cardiopatia, dor moderada à severa, colapso de traqueia, entre outras”, encerra a veterinária. 

Fonte: undefined – iG @ https://canaldopet.ig.com.br/guia-bichos/2020-12-09/meu-cachorro-esta-ofegante-o-que-isso-significa.html