Gatil em parque de São Paulo tem dezenas de gatos adultos para adoção

A instituição está sempre à procura de mais voluntários, além de doações de ração, areia e artigos para animais. Todos os bichanos, a maioria adulta, estão disponíveis para adoção e o parque luta contra o abandono de animais

Localizado na Zona Oeste de São Paulo, o parque — cujo nome não será citado pela segurança dos animais e também para evitar mais abandonos por lá — tem um gatil com mais de 30 gatos em situação de vulnerabilidade. Além deles, vários outros dividem com galinhas, patos e pavões o ambiente pitoresco que o parque oferece em plena capital paulista.

Sobre o gatil, a cat sitter e voluntária Marcela Monteiro diz que ele foi criado a partir de um projeto para ajudar gatos abandonados pela região, em 1999. Em 2000, o local, em um espaço cedido pelo parque, foi de fato criado.

“Hoje, ele conta com dez voluntários que estão divididos em turnos para cuidar dos gatos. Mas, mesmo assim, novas pessoas para ajudar nos cuidados dos bichanos são sempre bem-vindas, diz Marcela. O projeto também aceita doações de ração, areia, medicamento e dinheiro para os tratamentos veterinários.

Adoção

Outra forma de ajudar, claro, é adotando algum deles. No entanto, a grande maioria é adulta e muitos têm algumas doenças, sendo menos visados por quem quer um companheiro felino.

Zezinho, por exemplo, está à espera de um lar há 20 anos. Ainda filhote, o primogênito do gatil perdeu um dos olhos por conta de uma infecção. Já Nego, 10 anos, vive isolado por lá, já que é portador dos vírus Fiv e FeLV — popularmente conhecidas como Aids e leucemia felinas , respectivamente.

As doenças de Negão, como também é conhecido, não impedem sua adoção, já que elas não são transmissíveis para humanos. Muito amoroso e dócil, o bichano seria a companhia ideal para pessoas que não tenham outros gatos.

Abandono no parque

Marcela explica que o abandono de gatos pelo parque é algo muito recorrente e que, por isso, preferem não identificar o local. “Em um único fim de semana foram abandonados 5 gatos. Sendo que desses 5 era uma mãe com 3 filhotes. Muito triste.”, contou Marcela.

Logo na entrada, uma grande placa alerta que o abandono e maus-tratos são crimes ambientais. “Infelizmente, é frequente o abandono de animais nos parques estaduais. Abandonar um animal é um ato de crueldade e crime. (…) Se você tem um animal, saiba que é o responsável por ele durante toda a sua vida”, informa a administração do local.

Contato

Quem quiser ajudar pode contatar a equipe através do perfil Cat Lovers (@grupocatlovers) . No Instagram, também é possível acompanhar o dia a dia dos gatinhos e conhecer melhor os bichanos que estão disponíveis para uma adoção responsável.

fonte: https://canaldopet.ig.com.br/guia-bichos/gatos/2021-05-14/gatil-em-parque-de-sao-paulo-tem-dezenas-de-gatos-adultos-para-adocao.html