O buldogue francês é um companheiro para todas as horas

Muito popular desde o século 19, a raça é muito apegada aos seus tutores, adora brincadeira e é um ótimo companheiro

Ao contrário do que o nome sugere, o buldogue francês é originário da Inglaterra, criado no século 19. Durante a revolução industrial, muitos trabalhadores ingleses migraram para a França e boa parte deles saíram da cidade de Nottingham, onde os buldogues eram muito valorizados, cães pequenos que costumavam ser usados para caçar ratos em estabelecimentos.

Na época, esses animais eram divididos em duas categorias, uma com orelhas caídas (mais semelhantes aos buldogues ingleses) e os de orelha em pé, popularmente conhecidas como “orelhas de morcego”. Na França, a fofura desses cães pequenos de orelhas eretas e pontudas ficaram muito populares e fizeram sucesso entre a alta sociedade e artistas da época.

Hoje, a raça também é querida entre famosos ao redor do mundo, como Lady Gaga , que viaja pelo mundo com seus pets e a atriz Sthefany Brito .

Um cachorro baixinho, gordinho e de pelo curto e macio, pesando em média 10 kg. Entre suas cores mais populares estão o branco, tigrado e branco, fulvo, creme e preto. Algumas cores sequer são reconhecidas oficialmente pelo  Club du Bouledogue Français , instituição responsável pela padronização da raça internacionalmente.

Desde a sua chegada na França, o “frenchie”, como foi apelidado, deixou de ser um pequeno caçador de ratos e se tornou um cão de companhia, como é tido até hoje. Esses cães são superdóceis e adoram estar perto de seus tutores. Por isso, um cão da raça exige muita atenção, podendo até mesmo desenvolver ansiedade de separação, caso passem muito tempo sozinhos.

O buldogue francês é muito inteligente e um tanto teimoso, por isso requer um pouco de paciência de quem pretender treiná-lo. Contudo, sempre que aprenderem um truque novo, vão repeti-lo para agradar seus tutores, eles adoram isso. O frenchie também é ótimo com crianças e com outros animais, fazendo amizade com muita facilidade.

fonte: https://canaldopet.ig.com.br/2021-05-12/guia-de-racas–o-buldogue-frances-e-um-companheiro-para-todas-as-horas.html