Saiba a importância da identificação na coleira dos pets

O bichinho de estimação precisa de todo o cuidado, não é mesmo? E a coleira com identificação é um zelo importante que não pode ser esquecido. Vamos falar sobre a importância do objeto para que o pet seja identificado de forma mais rápida caso se perca por aí. 

Neste artigo, você vai aprender quais são as informações que não devem faltar na coleira com placa de identificação do seu cão ou do seu gato e quando eles devem usá-la, além da possibilidade de adicionar um QR Code à peça. Confira! 

Informações necessárias  

Além da coleira com nome do bichinho, o telefone do tutor é essencial. É interessante informar também o número de alguém conhecido, um familiar ou amigo, por exemplo. Assim, você garante mais uma opção de contato para a pessoa que achar o seu pet. 

Outra informação que pode constar na coleira de identificação é o seu endereço. Esse dado pode ajudar muito, principalmente se o seu amigo se perder perto da sua casa. Afinal, pode não ser nenhum problema a pessoa ir até o local se ela estiver perto ou na vizinhança. 

A identificação pode servir também para comunicar alguma condição especial do seu peludo. Se ele sofre com alguma doença ou tem convulsões, por exemplo. Sabendo disso, a pessoa já pode se preocupar em entregá-lo o mais rápido possível para você. 

A partir disso, você pode se perguntar: será que vão caber todas essas informações na coleira de identificação para cachorro ou para gato? Existe outra opção que pode ajudar nisso. Vamos falar agora sobre os QR Code. 

O uso do QR Code

Já é possível adicionar QR Code na coleira com identificação para cachorro e para gato. Nele, você pode relatar o máximo de informações possível sobre o pet e como devolvê-lo com segurança e rapidez. 

Se for optar pelo QR Code, uma dica é adicionar também o nome do bichinho, o do tutor e um telefone, caso a pessoa que encontre tenha dificuldade em usar a tecnologia e prefira o modo tradicional. O importante é que seu amiguinho seja resgatado logo, não é mesmo?  

Outra recomendação é usar a coleira de identificação com um material de qualidade para que todas as informações fiquem legíveis. Confira também se o material está bem fixado no bichinho para não correr o risco de cair quando ele correr e brincar por aí. 

Quando usar a placa de identificação 

Nunca podemos prever uma fuga do nosso bicho de estimação, não é mesmo? E se ele tiver o hábito de sair à noite e ficar alguns dias fora de casa, como alguns gatos costumam fazer? 

Outras situações que podem ocorrer é alguém deixar a porta aberta e o bichinho sair de casa, ou até mesmo durante um passeio, ele sair correndo atrás de um outro animal ou de um carro. Não faltam motivos para o animal se perder, infelizmente. 

Por isso, é importante que eles usem a coleira com identificação em todos os momentos, até mesmo em casa, não só quando for passear na rua. É até mais prático para o tutor que o objeto fique sempre junto ao corpo do bichinho, até porque você não corre o risco de esquecer de colocá-lo. 

Como foi visto, várias situações imprevisíveis podem acontecer, o importante é a prevenção. O recomendado é você checar se a placa de identificação está bem presa na coleira e se está adaptada ao pet para que ele fique confortável com ela e não queira tirá-la.  

fonte: https://www.petz.com.br/blog/bem-estar/coleira-com-identificacao/