Saiba como manter seu pet saudável e em forma!

Ter um bichinho por perto sempre é motivo de alegria e brincadeiras, por isso, nós amamos agradar e dividir tudo com eles. Mas será que não estamos exagerando? Prestar atenção no peso e na dieta desses companheiros é importante para ter um pet saudável e esbanjando felicidade

Mudanças repentinas no peso do bichinho, especialmente se elevado a níveis de obesidade, podem ser sinais importantes de que há algo errado. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para te ajudar a deixar seu pet super saudável. Confira!

Descubra se seu pet está com sobrepeso

Assim como nos seres humanos, o aumento de peso nos pets acontece gradualmente. Na maioria dos casos, sua causa (que pode variar em cada situação) vem do excesso de comida e falta de exercícios. 

É possível observar se seu bichinho está com sobrepeso passando a mão ao longo de suas costelas. Você deve senti-las, mesmo que não as veja sob a pelagem. Outra forma é se atentar à cintura do seu pet: a maioria dos cães e gatos tende a perder essa curvinha quando está acima do peso. 

Nessas situações, caso precise pressionar muito para encontrar as costelas ou se esforçar para notar as curvas do bichinho, talvez seja hora de uma mudança de hábitos.

Fique atento às mudanças do seu pet

Entre os principais cuidados com os pets, se atentar às mudanças é uma bom caminho para tratar e prevenir certos problemas. No caso da obesidade, é possível notar a presença através de características no animal, como: presença de acúmulo excessivo de gordura, pedir comida várias vezes ao dia, não gostar de se exercitar e dormir muito. 

Além disso, outros sinais podem aparecer, tendo em vista os diferentes tipos de causa que geram o aumento de peso. Idade, problemas hormonais e predisposição genética, por exemplo, são grandes precursoras da obesidade e são diagnosticadas através dos profissionais. 

Em todos os casos, procurar esses especialistas ao notar ou não certas mudanças é indispensável para garantir mais saúde e bem-estar ao bichinho. Dessa forma, você fica ciente de como cuidar do pet do jeito certo e pode tomar as medidas necessárias para cada tratamento. 

Entenda como tratar a obesidade nos bichinhos

Não é difícil contribuir com o ganho de peso e impedir que cada bichinho se torne um pet mais saudável. Por isso, é fundamental ler e obedecer todas as orientações dadas pelo médico-veterinário, além daquelas prescritas na embalagem das rações.

Detectada a obesidade no cachorro ou felino, a sugestão é remover “lanchinhos” e aperitivos entre as refeições e estabelecer uma rotina regrada. Defina horários para a alimentação e para os exercícios.

Tente alimentar seu bichinho duas vezes ao dia em vez de manter a comida à disposição dele. Rações com menos calorias e mais fibras também podem ajudar muito nesses momentos.

Dica: para uma mudança de alimentação sem traumas, substitua a ração antiga pela nova gradualmente. Primeiro, misture as duas, garantindo que seu pet se acostume ao novo sabor.

Dieta para cães e gatos

Para garantir uma alimentação saudável ao pet, é possível seguir alguns hábitos, como:

  • Sempre dê a ração apropriada para a espécie do pet! Cachorros e gatos possuem necessidades nutricionais e organismos completamente diferentes. Por isso, a ração de um não serve para o outro, podendo até causar problemas de saúde;
  • Ofereça a ração da idade indicada para seu pet. Há rações para filhotes, adultos e idosos, e cada uma delas tem os nutrientes necessários para cada faixa etária. Por isso, dê o produto indicado ao seu bichinho e contribua para sua saúde;
  • Nunca coloque seu cachorro em uma dieta exclusiva de carne. Ele também precisa de nutrientes que são encontrados em frutas e vegetais. Além disso, pets domésticos são essencialmente onívoros. Para uma dieta balanceada e completa, eles precisam de proteína vegetal, cálcio, fósforo e vitaminas A e D;
  • Nunca deixe que mais de 10% da dieta diária do seu pet venha de petiscos. Muitos petiscos e agrados alimentares resultam em ganho de peso e pouco balanceamento na dieta.

Busque maneiras de evitar a obesidade no seu pet

O mercado já oferece um vasto cardápio para o bem-estar dos animais. Com isso, os tutores podem encontrar diferentes opções de ração para os pets obesos e com sobrepeso. Além disso, ao conversar com o médico-veterinário de confiança, é possível achar outras maneiras de auxiliar os bichinhos e evitar a obesidade.

Incentivar atividades físicas, reduzir os alimentos mais gordurosos e controlar a rotina e o sono também são meios positivos de garantir a boa forma e tornar o pet saudável. 

Dicas para manter seu bichinho sempre saudável

Além de se preocupar com o  peso do animal, você também pode manter seu gato ou cachorro saudável seguindo outros cuidados, como: 

  • Fazendo check-ups regulares: ir ao veterinário regularmente e checar como anda a saúde do pet é a melhor forma de prevenir doenças e tratar problemas já existentes;
  • Mantendo a vacinação do pet em dia: seguir com o cronograma de vacinação é fundamental para manter seu pet saudável e ativo. No caso de cães e gatos, a vacinação deve ser iniciada quando filhote e seguir até a fase idosa
  • Cuidando e higienizando a pelagem: garantir o cuidado necessário para a pele do animal e também a higiene dos pelos é essencial para uma boa qualidade de vida. Por isso, é indispensável manter a higiene do bichinho em dia; 
  • Fazendo prevenção bucal: a saúde do animal também começa pela boca. Muitas doenças podem ser evitadas com a prevenção bucal. Dessa forma, é muito importante que o tutor invista nos cuidados orais do bichinho, levando-o à área odontológica do veterinário;

fonte: https://www.petz.com.br/blog/bem-estar/pet-saudavel/